pt-pt

Sustentável, modular e versátil. É assim a casa do futuro.

casa_do_futuro_maison_du_futur_future_houses

Os sítios onde vivemos, os escritórios onde trabalhamos, de forma subtil (e ainda insuficiente) já estão a mudar. O ponto de partida já foi dado. Dentro de uma ou duas décadas, espera-se que o cenário seja já muito diferente do atual. Iremos viver e trabalhar na casa do futuro. Um espaço versátil, inteligente, sustentável e que permite poupar — nas contas ao final do mês, e na fatura do planeta.

 

A casa do futuro é versátil e de partilha.

Gilles Retsin, designer e arquiteto belga, sediado em Londres, diz que a casa do futuro não vai escapar à tendência da partilha. Outros arquitetos, diretores de empresas, de multinacionais, sociólogos ou membros da indústria da construção disseram o mesmo, numa conferência que decorreu em Paris cujo tema se centrou precisamente naquilo que serão as habitações do futuro. Basta pensar no estado atual das grandes cidades: está lotado. Assim, os espaços vão passar a ser mais versáteis — e, como já vem a acontecer, um sítio que antes servia para habitação, poderá muito bem ser ocupado por uma empresa. Dentro do mesmo ponto, há ainda outra tendência: arrendar espaços de casa, como uma sala de estar, para sediar empresas. Este serviço já existe e é providenciado em França pela Office Riders.  A isto soma-se outra opção: a partilha de espaços que não são usados diariamente, que contêm equipamentos caros e que poderão, assim, ser usados por várias pessoas. As zonas com máquinas de lavar e secar ou espaços com máquinas de fitness são um exemplo. E isto não é assim tão surreal ou futurista, tanto que os países nórdicos já adotam esta prática.

 

É uma casa que produz os seus alimentos.

No fundo, vamos gradualmente regressando às origens. As práticas do futuro vão ao encontro daquilo que faz bem ao planeta e à saúde. Assim, os princípios do local e do sazonal vão continuar a crescer — e pode muito bem ser no terraço ou traseiras da sua casa ou escritório. Hortas urbanas vão cada vez mais fazer parte das práticas do futuro e, tal como no ponto acima, estarão ao cuidado de uma comunidade, seja ela habitacional, empresarial ou um híbrido destes dois.

 

A casa do futuro é modular.

A construção tradicional de casa familiar perderá terreno. Ou seja, entrando num espaço vazio, não haverá uma distinção imediata que permite apontar uma divisão como a zona da sala de estar, de jantar ou como quartos. Os espaços serão mais neutros e destinados a diferentes usos, prontos a serem adaptados às necessidades de quem o habita ou de quem lá trabalha.

 

A casa do futuro é sustentável — e inteligente.

Seja em habitações ou escritórios, a larga maioria dos edifícios ainda é energeticamente ineficientes. Mas não será assim para sempre. A longo prazo, a casa do futuro vai responder às exigências dos tempos. Tudo começa na construção. Na arquitetura de uma casa, pormenores serão cada vez mais tidos em conta:

  • Janelas com vidros duplos voltadas para sul, para que haja mais calor e menos perda do mesmo;
  • Materiais de construção que conservam mais energia, reduzindo perdas e custos;
  • Melhor isolamento de paredes ou sótãos;
  • Aparelhos domésticos energeticamente mais eficientes

Mas presume-se que haja muito mais inovação. A casa do futuro será um espaço que permite fazer uso de sistemas tecnológicos inteligentes. Janelas que abrem e fecham sozinhas, persianas que deixam entrar calor no inverno e controle de luzes através do smartphone. Assim como, aquecimento automático na casa de banho, que funciona durante a hora do banho. Tudo isto são mecanismos automatizados que não só promovem o conforto, como deixam fazer uma gestão mais económica da energia. Muito provavelmente, essa energia virá de uma fonte renovável e produzida pela própria casa do futuro — seja através de painéis solares  ou de turbinas eólicas.

horta_em_casa_potager_balcon_vegetable_garden
Kit Horta em Casa

Tudo o que precisa para começar a cultivar.

SAIBA MAIS SAIBA MAIS

Ficou interessado?

Receba as novidades do nosso blog e descubra todos os casos de sucesso